voltar
Rally

Toyota tem boa expectativa pela retomada do WRC


28 Ago 2020 news

A equipe Toyota Gazzo Racing World Rally vai tentar retomar de onde parou, quando o Campeonato Mundial de Rally da FIA 2020 retomar no Rally da Estônia em 4 a 6 de setembro. A equipe atualmente lidera a classificação dos construtores com 21 pontos, enquanto Sébastien Ogier lidera o campeonato de pilotos com Elfyn Evans em segundo e Kalle Rovanperä em quarto.

Todos os três pilotos fizeram grandes largadas em suas temporadas de estreia no Toyota Yaris WRC no início deste ano, com vitórias para Evans na Suécia e Ogier no México, antes da temporada ser interrompida por causa da pandemia global de COVID-19.

O Rally da Estônia é uma nova adição ao calendário revisado para 2020, que permite que a temporada reinicie de forma segura e responsável, com protocolos rígidos em vigor para proteger todos os envolvidos. Esta será a primeira vez que o Rally Estônia fará parte do WRC, embora todas as equipes de fabricantes tenham colocado carros no evento promocional do ano passado.

Realiza-se em estradas de cascalho rápidas e suaves com muitas cristas e saltos. Desde que as restrições foram amenizadas, a equipe se preparou para o reinício com testes na Finlândia e na Estônia, que incluíram a participação no Rally da Estônia do Sul no último fim de semana.

O evento terá um roteiro condensado com a maioria das etapas ocorrendo no sábado e domingo e um total de 232,64 quilômetros competitivos. O rali é baseado em Tartu, a segunda maior cidade da Estônia, onde começará com uma curta etapa de abertura na noite de sexta-feira perto do parque de serviço no aeródromo de Raadi. O sábado consistirá de 10 etapas no total, com um ciclo de cinco testes executados pela manhã e repetidos após o serviço do meio-dia. O domingo apresenta três estágios, cada um executado duas vezes sem serviço entre eles.

04

“É ótimo podermos finalmente ir para o rally novamente, especialmente para nossos fãs e nossos parceiros que estavam esperando por este momento. Esperançosamente, podemos trazer algum prazer às pessoas em um período tão difícil. Parece que foi há muito tempo, mas o início da temporada foi muito positivo para nós e esperamos continuar assim. Os nossos pilotos não estão muito familiarizados com as etapas da Estónia, mas sabemos que as estradas são rápidas e isso é adequado para o nosso carro. Acho que nos preparamos o melhor que pudemos nas últimas semanas e espero que possamos competir pelas primeiras posições. ”, destaca Tommi Mäkinen (chefe de equipe).

“Estou feliz por podermos competir novamente depois de tanto tempo. O Rally da Estônia será uma novidade para muitos de nós, mas estou sempre animado para enfrentar um desafio diferente. Certamente será um rali exigente com estradas muito rápidas. O Yaris WRC dá-te uma boa confiança a estas velocidades e depois dos testes que fizemos na Finlândia e na Estónia, tenho boas sensações no carro. Também foi importante ter este evento na semana passada para nos ajudar a preparar, porque depois de uma pausa tão longa não é fácil encontrar o limite de imediato. Começaremos na estrada, então esperamos que o clima em setembro nos ajude a não ter muita desvantagem, e o objetivo será tentar lutar o melhor que pudermos”, enfatiza Sébastien Ogier.

“Já faz muito tempo que não dirigimos competitivamente. Foi facilitado pelo fato de que poderíamos pelo menos fazer alguns testes e voltar ao volante, mas não há nada como a competição. O Rally da Estônia é novo no WRC e eu tive a sorte de estar lá para o evento do ano passado. Embora o rali não tenha terminado tão bem para mim, eu gostei e sei um pouco sobre o que esperar. As estradas são muito, muito rápidas: semelhantes à Finlândia em alguns aspectos, mas com menos saltos e ainda mais rápido em alguns lugares. Como eu vi nos testes que fizemos, o carro parece forte nessas estradas de cascalho de alta velocidade. Estamos definitivamente esperando ter um bom pacote e, com sorte, podermos tirar o máximo proveito dele”, pondera ”Elfyn Evans.

“As estradas na Estônia são muito rápidas e fluidas, mas também há alguns trechos estreitos e técnicos, então vai ser um rali realmente complicado. Você tem que ser direto a maior parte do tempo, mas também tem lugares onde precisa ser realmente preciso. Depois da longa pausa, não será tão fácil estar atualizado no início, mas tivemos alguns bons testes para nos ajudar a estar prontos. Temos conduzido em condições meteorológicas diferentes, o que tem sido uma experiência útil para mim. Eu ainda fiz apenas três ralis no WRC com este carro e ainda preciso continuar aprendendo pelo resto da temporada, mas este é um rally que deve ser bom para mim e espero um bom resultado”, completa Kalle Rovanperä.