voltar
Off-Road

SHIRO conquista três títulos, em três categorias, ao final do Sertões 2020

Bissinho Zavatti (Moto 2), Thiago Veloso (Brasil) e Maurício Fernandes (Moto Over) são campeões desta 28ª edição. O bicampeão Tunico Maciel sofre acidente e está hospitalizado na capital maranhense


09 Nov 2020 news

A 28ª edição do maior rali das Américas terminou no sábado (7), em Barreirinhas, no Maranhão. Três pilotos que representam a SHIRO, marca espanhola de capacetes, no grid foram campeões em suas respectivas categorias. Bissinho Zavatti #11 (Honda CRF 450 RX) foi campeão na categoria Moto 2 e vice-campeão na geral após um desempenho consistente. Quem levou o título na Brasil foi Thiago Veloso #58 (Honda CRF 250F) que ficou entre os Top 10 da geral. Em um retorno triunfal para o Sertões, após 15 anos, Maurício Fernandes #49 (Husqvarna FE 450) foi campeão na Moto Over, depois de liderar desde o início do rali e terminar em 11º na geral. 

Tetracampeão na categoria Brasil, o paulista Zavatti, agora, levanta o troféu na Moto 2 e acumula cinco títulos em oito edições. “Eu tive um saldo positivo neste ano. Estou feliz com o resultado e com meu desempenho na moto. Feliz com o capacete SHIRO, que me dá muita segurança”, conclui o vice-campeão na geral que ficou a 11min43seg de Ricardo Martins #3.

O estreante Veloso não se intimidou com o Sertões e fez uma prova limpa. O piloto nascido em Três Pontas, Minas Gerais, venceu quatro das cinco etapas pela categoria Brasil, na qual foi campeão e ficou entre os 10 mais rápidos do rali nas motos.

Fernandes conquistou a 11º posição na classificação geral, logo atrás de Veloso, e mostrou estar muito bem preparado. O Campeão da Moto Over venceu quatro etapas na categoria, inclusive a última e conquistou o título. Esta foi sua 8ª participação e já tem um título na Marathon. “Foi um grande desafio retornar ao Sertões e voltei no momento certo. Já vinha me preparando desde o fim do passado. Foi uma prova dura, que exigiu muito dos competidores e da moto, tivemos especiais longas que deram moleza e dias com muita chuva e lama. Valeu demais e estou muito feliz com o resultado conquistado”, afirma o piloto.

André Guerra #46 (Husqvarna 501), que estava há três anos afastado do grid, também subiu ao pódio com o 5º lugar na Moto 1, em sua terceira participação no Sertões.

A SHIRO contou, ainda, com mais cinco pilotos nesta edição. Os estreantes Vinícius Rodrigues #36 (Honda CRF 250F), que ficou em 6º na Brasil, e o catarinense Guto Bogo #47 (Husqvarna FE 501), que terminou em 12º na Moto Over. Rodrigo Montemor #39 (Husqvarna FE 450) garantiu a 11ª posição da Moto 2. Já Marcos Colvero #42 (Husqvarna FE 501) não completou a prova.

Acidente com o bicampeão – Tunico Maciel #1 (Honda CRF 450 RX), que buscava o tricampeonato na geral das motos –  venceu as 4ª e 5ª etapas -, sofreu um acidente na Especial de sábado (7), último dia do rali, e foi levado de helicóptero ao hospital em São Luís (MA). Ainda não foi divulgado um boletim oficial sobre o quadro do piloto, mas sabe-se que o caso inspira cuidados. “Foi um dia muito ruim para todos do rali. Tunico é um amigo que fiz no grid, independentemente de representar a nossa marca. É um atleta de ponta e, antes disso, um ser humano e um menino de ouro. A SHIRO e todos do off-road estamos torcendo pela sua pronta recuperação”, afirma Marcos Finato, diretor administrativo da TWP que também disputou o Sertões, mas nos UTVs. Tunico tem 26 anos e é de Lavras (MG), piloto oficial da Honda Racing, e com os pontos somados durante o Sertões já havia conquistado o Bicampeonato Brasileiro de Rally Cross Country.

Tradicionalmente em agosto, o Sertões deste ano começou no final de outubro devido à pandemia. Foram cinco estados (SP, MG, GO, TO e MA), além do DF. A princípio, seriam sete etapas, mas duas foram canceladas devido ao mau tempo. E foi realizado de Bolha em Bolha de Mogi Guaçu/SP a Barreirinhas/MA para evitar o contato com a população local.

Excelência em capacetes – Com sede em Múrcia, na Espanha, a SHIRO Helmets foi fundada em 1993 por Antonio Tomás. Atualmente está presente em mais de 80 países. Além de fabricar capacetes de tecnologia inovadora, trabalha com uma linha de acessórios para motociclistas. Aprovada por campeões europeus, a marca patrocina competidores no Campeonato Mundial de Motovelocidade e no Motocross MX2. Assim, utiliza a tecnologia adquirida nas pistas e no off-road nos mais inovadores projetos do mercado. Já a SHIRO Brasil nasceu em 2017 e é comanda por Marcos Finato, Théo Lopes e Luciana Barreto da TWP. Atualmente os principais modelos comercializados são: SH-881SV (City), SH-600 (Strada), SH-336 (Racing) e MX-917 (Off-Road). Desde 2018 apoia pilotos nos campeonatos de Rally Cross Country (Tunico Maciel e Bissinho Zavatti), Enduro de Regularidade (Tunico Maciel e Dário Júlio), Motocross e Arena Cross (Paulo Aberto, Humberto Martin, Rafael Araújo “Bubinha”, Juninho Tayt-Sohn, Fábio Rogério, Roosevelt Assunção e Leonardo Cassarotti) e SuperBike (Rafael Rigueiro, Lincoln Melo e Fabio Puccini). A marca tem uma equipe de representantes em todo o território nacional e os produtos podem ser encontrados nas melhores lojas do Brasil, tanto físicas quanto online.

Resultados Sertões –  7ª etapa (extraoficial)

Motos – Classificação Geral
1º Ricardo Martins – 00:36:06
2º Bissinho Zavatti #11 – 00:36:58
3º Jean Azevedo – 00:37:05
4º Rami Sfredo – 00:37:30
5º Tulio Malta – 00:37:47

Moto 2
1º Bissinho Zavatti #11 – 00:36:58

2º Rami Sfredo – 00:37:30
3º Tulio Malta – 00:37:47

Moto Over
1º Maurício Fernandes #49 – 00:39:31

2º Osmar Shimosaka – 00:40:38
3º Guto Bogo – 00:41:00

Brasil
1º Andre Bezerra – 00:42:11
2º Rafael Espindola – 00:42:47
3º Thiago Veloso #58 – 00:43:50

Resultado Final, após 7ª etapa  – extraoficial

Classificação geral
1º Ricardo Martins – 17:52:25
2º Bissinho Zavatti #11 – 18:04:08
3º Vitor Siqueira – 18:13:53
10º Thiago Veloso #58 – 18:55:17
11º Maurício Fernandes #49 – 19:02:55

Moto 2
1º Bissinho Zavatti #11 – 18:04:08

2º Tulio Malta – 18:14:58
3º Bruno Leles – 18:30:58

Moto Over
1º Maurício Fernandes #49 – 19:02:55

2º Oscar Shimosaka – 19:17:53
3º Mauricio Ghiraldelli – 19:46:43

Brasil
1º Thiago Veloso #58 – 18:55:17

2º Rafael Espindola – 19:24:55
3º André Bezerra – 19:36:12

Moto 1
1º Ricardo Martins – 17:52:25