voltar
Off-Road

Sertões: Território Motorsport é campeã com Rodrigo Luppi/Maykel Justo na UTV 2

Dupla finalizou, ainda, em 2º na geral dos UTVs; Edu Piano/Solon Mendes foram vice-campeões na Over Pró. No pódio da UTV 3, Lélio Junior/Weberth Moreira ficam na 5ª posição. Rali terminou no sábado no litoral do Maranhão


09 Nov 2020 news

“Estou muito feliz com o que a gente realizou e com a conquista deste título”, comemora Rodrigo Luppi #206 (Vinhedo/SP), campeão na categoria UTV 2 do ao lado de Maykel Justo e também, vice-campeões da geral nos UTVs. A Território Motorsport garantiu pódio com as outras duas duplas ao final do maior rali das Américas. Multicampeões do Sertões, Edu Piano/Solon Mendes #205 foram vice-campeões da categoria Over Pro. A dupla goiana, Lélio Junior/Weberth Moreira #215 ficaram em quinto na UTV 3. A última Especial da 28ª edição teve 223 quilômetros, de total de 515, e terminou, no sábado (7), em Barreirinhas, no litoral do Maranhão.

Em sua nona participação no rali, Luppi conquistou o primeiro título. “O Sertões deste ano trouxe muitos ingredientes diferentes. O rali foi muito bom, bastante desafiador. Nosso carro e a equipe evoluíram muito nesta edição. A Território Motorsport estava com uma estrutura incrível”, diz o piloto. “Estou muito feliz pelo trabalho que fizemos neste rali. Traçamos uma estratégia desde o começo e conquistamos esse resultado”, completa Justo, navegador de Taubaté/SP que garantiu seu 5º título e o primeiro ao lado de Luppi. A dupla ficou a apenas 1min37seg atrás dos campeões da geral, Denisio Casarini/Ivo Mayer.

Com 25 participações consecutivas e oito títulos, Piano (Tatuí/SP) também é um experiente preparador de veículos de competição. “Trabalhamos forte na evolução dos UTVs da equipe. O nosso está muito competitivo e teve uma performance excelente. Largamos hoje (7)  para tentar tirar a diferença dos líderes, tanto que fomos o primeiro UTV a chegar em Barreirinhas, mas não foi desta vez”, explica. Vice-campeão da categoria Over Pro completa: “Todos estão de parabéns pelos resultados e aproveito para agradecer aos patrocinadores que acreditaram no nosso potencial: Minuano Petróleo, Usina Canabrava, General Tire e Tecpads.”

Ao completar 22 participações no currículo, das quais 14 navegando para Piano, Mendes afirma: “Foi um rali diferente em todos os aspectos. Hoje, fizemos uma grande prova para ganhar, mas não deu e fica para o próximo ano. Estou feliz também pelos resultados dos nossos amigos, porque aqui prevalece o espírito de equipe, estamos sempre ajudando uns aos outros”, diz o cearense de Fortaleza. As duplas competem com UTVs Maverick X3 TM.

Os goianos Lélio Junior e Weberth Moreira, largaram em 3º no acumulado da UT3, mas tiveram problemas na Especial. “No início do trecho furamos um pneu e trocamos. Depois o Stella deu problema, mas até aí tudo bem. Aí, já estávamos em 2º na categoria e quando chegamos no último rio, antes das dunas, atolamos e perdemos quase 1 hora lá”, lamenta o piloto Lélio. “Faltavam apenas 40 km para o final e acabamos estourando o tempo de prova, fomos penalizados e perdemos duas posições na classificação. Mas conseguimos, ainda, garantir o 5º lugar e subir ao pódio com o 5º lugar. Coisas de rali e até nos últimos quilômetros de prova vamos nos superando”, complementa o navegador Moreira. No Sertões 2019, a dupla foi vice-campeã na mesma categoria (antiga Super Production) e fechou entre os Top 10 da geral.

Nesta 28ª edição, duas etapas foram canceladas (3ª e 6ª), devido às fortes chuvas, e os competidores disputaram somente cinco Especiais. A competição saiu de São Paulo, passou por Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal, Tocantins e chegou a Barreirinhas, no Maranhão. O Sertões seguiu de Bolha em Bolha, ao longo de mais de 4.700 quilômetros para evitar aglomerações e o contato com a população das cidades porque onde o rali passou.

Sobre a equipe – Com 21 anos, a Território Motorsport, com sede em Tatuí/SP, é uma das equipes mais tradicionais no Rally Cross Country brasileiro. Chefiada pelo piloto Edu Piano (oito vezes campeão do Rally dos Sertões: um na geral dos carros, seis nos caminhões e um nos UTVs), durante 12 temporadas (2002 a 2014) a equipe representou a Ford Racing Trucks/ Território Motorsport e conquistou oito títulos no Caminhões no Sertões. Entre 2011 e 2014, a equipe foi a oficial da Troller na competição. Com a Troller Racing/Território Motorsport, o time sagrou-se bicampeão da prova na Production T2. Movido a desafios, a partir de 2016, Piano passou a desenvolver UTVs (Can-Am Maverick X3) para competição e, desde então, a equipe disputa os Campeonatos Brasileiros de Rally Baja e Rally Cross Country, além do Sertões. Em 2018, Edu Piano/Solon Mendes foram Campeões do Sertões nos UTVs (Over Pro), o que lhes garantiu o primeiro título na categoria e o sétimo da dupla recordista da competição. No Sertões 2019 o resultado da equipe foi: Piano/Mendes (vice-campeões na UTV Over Pró), Lélio Junior/Weberth Moreira (vice-campeões UTV Super Production) e Rodrigo Luppi/Flavio Bisi (4º na UTV Over Pró). Piano, ao lado de Fausto Dallape, foi Campeão da Mitsubishi Cup 2019, na L200 Triton Sport R e conquistou seu tetracampeonato. Rodrigo Luppi encerrou 2019 como vice-campeão do Campeonato Sertões Series, na UTV Pró, enquanto Lélio Júnior e Moreira foram Campeões do Sertões Series e Vice-Campeões Brasileiros de Rally Cross Country (UTV Super Production).

Resultado 7ª etapa (extraoficial) – 7/11

UTVs  – Classificação geral
1º Denisio Nascimento/Idali Bosse – 02:57:49
1º Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin – 03:02:59
3º Cristian Domecg/João Stal – 03:03:42
4º Cristiano Batista/Robledo Nicoletti – 03:03:53
5º Rodrigo Luppi/Maykel Justo #206 – 03:05:53

Over Pró
1º Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin – 03:02:59
2º Cristiano Batista/Robledo Nicoletti – 03:03:53
3º Edu Piano/Solon Mendes #205 – 03:12:47

UT2
1º Cristian Domecg/João Stal – 03:03:42
2º Rodrigo Luppi/Maykel Justo #206 – 03:05:53
3º Fabio Pirondi/Flavio França – 03:06:38

Resultado Final, após 7ª etapa (Extraoficial) 7/11

Classificação Geral/UTVs (cinco primeiros)
1º Denisio Casarini/Ivo Mayer – 20:40:46
2º Rodrigo Luppi/ Maykel Justo #206 – 20:42:24
3º Marcelo Tomasoni/Breno Resende – 20:50:07
4º Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin – 20:51:01
5º Rodrigo Varela/Gunnar Dums – 20:51:14

Over Pró
1º Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin – 20:51:01
2º Edu Piano/Solon Mendes #205 – 21:30:22
3º Allan Cestari/Weidner Moreira – 21:37:46

UT2
1º Rodrigo Luppi/ Maykel Justo #206 – 20:42:24
2º Gabriel Cestari/Jhonatan Ardigo – 20:59:28
3º Cristian Domecg/João Stal – 21:52:34

UT3
1º Gustavo Zanforlin/Rodolpho Costa – 21:32:47
2º Enio Bozzano/Wellington Rezende – 22:02:51
3º Tomaz Luza/Robson Schuinka – 22:17:49
4º Lavoisier Monteiro/João Ribeiro – 23:08:30
5º Lélio Junior/Weberth Moreira #215 – 23:12:00