voltar
Off-Road

Fechou o tempo no Sertões: organização cancela terceira etapa por causa do mau tempo em Goiás

Chuva e teto baixo impossibilitam voos das aeronaves que fazem o monitoramento da prova e resgates médicos. Com a decisão, X Rally Team dormirá mais uma noite na liderança da competição.


03 Nov 2020 news

A especial desta terça-feira (3) prometia ser uma das mais emocionantes do percurso. Seria uma especial rápida, com travessia de serra e tudo que deixa uma disputa Cross Country acirrada, mas a natureza resolveu impor a sua vontade e a organização optou por cancelar o dia e prezar pela segurança dos competidores. Com a chuva e as nuvens baixas, as aeronaves que fazem o controle e a segurança da prova não conseguiriam deixar o solo e inviabilizaria qualquer chance de resgate em caso de acidentes. Agora a equipe X Rally Team vai passar mais uma noite na liderança, com Cristian Baumgart e Beco Andreotti em primeiro, Marcos Baumgart e Kleber Cincea em segundo e Sylvio de Barros e Rafael Capoani em terceiro.

O cancelamento de uma especial nem sempre agrada os competidores, mas segurança é um fator indiscutível numa prova como o Sertões. Com isso, os competidores deixaram a segunda bolha, em Minaçu (GO), escoltados por seus apoios rápidos até a terceira bolha do percurso, ainda no estado de Goiás. A quilometragem total do dia não mudou tanto. Dos 369km total, passou para 346km, mas somente em deslocamento.

Nesta quarta-feira (4), o Sertões deixa o Estado de Goiás e parte para a quarta bolha, no Tocantins. A quarta etapa tem 641km previstos, sendo 329km de trecho cronometrado, 26km de deslocamento inicial e 286km de deslocamento final.

Confira o comunicado enviado pelo diretor técnico do Sertões, Edgar Fabre, aos competidores:
Devido a condições climáticas adversas que impossibilitam o voo das aeronaves (Aviões de monitoramento e helicópteros de resgate) a organização do Sertoes 2020, em conjunto as autoridades esportivas (CBA e CBM) decidiram, em nome da segurança de todos competidores, modificar o percurso da Etapa 3, transformando o Trecho Especial em deslocamento por asfalto escoltados por seus veículos de apoio rápido. Bom deslocamento a todos até a Bolha 3. Segurança em 1º lugar!

O que os competidores da X Rally Team disseram sobre o cancelamento da terceira etapa:

Cristian Baumgart, piloto do Toyota Hilux IMA Overdrive
1º colocado na T1 FIA/2º colocado na Geral

Para nós acabou sendo benéfico, nós estamos na liderança e é um dia que o resultado não vai mudar. Por outro lado, a gente veio aqui para correr e agora são 200km a menos para acelerar. Então tem os dois lados da moeda.

Marcos Baumgart, piloto do Toyota Hilux IMA Overdrive
2º colocado na T1 FIA/2º colocado na Geral

Ontem eles fizeram a prova acontecer e valeu muito, para hoje eles foram cautelosos para evitar algum tipo de problema. Isso faz parte do rali, não foi a primeira e nem será a última vez que vão cancelar uma prova. Faz parte do jogo do rali.

Rafael Capoani, navegador do NWM/X Rally Ranger #315
3º colocado na T1 FIA/3º colocado na Geral

“O cancelamento para nós foi uma decisão muito ruim. Ontem nós fizemos uma especial cirúrgica, acelerando muito e tomando cuidado. Foi um trecho muito bom mesmo para nós, conservando para acelerar ainda mais hoje. Mas o rali é isso, não é uma decisão nossa e tem muito chão para rodar até sábado.

Mauro Guedes, piloto do X Rally Ranger #314
2º colocado na T1 Brasil/9º colocado na Geral

Eu preferia ter corrido hoje. Nosso carro está bom, a gente tinha condição de fazer uma prova boa. Nossa questão eram os estepes, mas conseguimos um com o Fernando (Rosset) e outro do o Sylvio (de Barros) e seria um dia para acelerar mais ainda. Mas segurança é um fator indiscutível no rali, então vamos que vamos.

Fernando Rosset, piloto do X Rally Ranger #330
3º colocado na T1 Brasil/10º colocado na Geral

O cancelamento foi péssimo para nós. A gente estava brigando por posições e hoje era dia de continuar acelerando e subir mais posições, então vai dar tempo para o pessoal que quebrou ontem consertar os carros. Eu não estou reclamando da atitude do cancelamento, a segurança vem em primeiro lugar sempre e eu concordo com o cancelamento, mas vai prejudicar a nossa prova.

Pedro Prado, piloto do Mitsubishi X10 #326
7º colocado na Protótipos/35º colocado na Geral

O cancelamento para nós foi bom. Estou com um probleminha no carro, é uma coisa mínima, mas como era uma especial rápida, isso poderia me atrapalhar muito. Então agora a equipe pode terminar os ajustes no carro com calma.

Sobre a X Rally Team:
A equipe X Rally Team nasceu em 1999, criada pelos irmãos Cristian e Marcos Baumgart, movidos pelo desejo de competir no maior rali do país. O desejo foi concretizado com a inscrição de um veículo Troller na edição do Rally dos Sertões daquele ano, na qual terminou em terceiro lugar na categoria.

A profissionalização veio de maneira natural, e logo os irmãos Baumgart começaram a mostrar resultados. Os primeiros títulos começaram a aparecer já em 2002, 2003 e 2004, e em 2006 a equipe foi campeã da classe Protótipos no Rally dos Sertões.

O desejo por evolução e pelo título geral do mais difícil rali brasileiro moveu a equipe em novos desafios, e desde 2014 o X Rally Team alimenta uma parceria de sucesso com a Neil Woolridge Motorsport. A empresa sul-africana atua como construtora dos Ford Ranger V8 4×4 com o qual a equipe brasileira faturou os títulos do Sertões em 2016, 2017 e 2018 (com Cristian Baumgart e Beco Andreotti), e depois de iniciar a construção dos próprios protótipos, venceu também o de 2019.

A X Rally Team atende a diversos clientes nas categorias carros e UTV, possuindo veículos para locação e venda. Um destes carros foi o campeão do Sertões de 2019 – com Lucas Moraes e Kaique Bentivoglio -, e é considerada uma das equipes mais profissionais, organizadas e preparadas do país. O time competiu no Dakar de 2019, no Peru, e terminou a competição entre os dez melhores UTVs com Marcos Baumgart e Kleber Cincea em sexto lugar e Cristian Baumgart/Beco Andreotti em nono.

O time possui duas das duplas mais longevas da história do rali mundial: Cristian e Beco competem juntos desde 2001, enquanto Marcos Baumgart e Kleber Cincea, bicampeões brasileiros de rali cross country, formam parceria desde 2006.

A X Rally Team conta com os patrocínios de Vedacit, BFGoodrich, Motul e Sparco.

Confira o roteiro e as distâncias do Sertões 2020:

30/10 (sexta-feira)
Prólogo
Velocittà – Mogi Guaçu/SP

31/10 (sábado)
Velocittà
DI: 260km
TE: 205km
DF: 120km
Total: 585km

01/11 (domingo)
Dia de deslocamento até a Bolha 1
Total: 1.580km

02/11 (segunda-feira)
DI: 166km
TE: 353km
DF: 0km
Total: 519km

03/11 (terça-feira) – ETAPA CANCELADA
DI: 0km
TE: 200km
DF: 169km
Total: 369km

04/11 (quarta-feira)
DI: 26km
TE: 329km
DF: 286km
Total: 641km

05/11 (quinta-feira)
DI: 103km
TE: 337km
DF: 172km
Total: 612km

06/11 (sexta-feira)
DI: 126km
TE: 300km
DF: 365km
Total: 791km

07/11 (sábado)
Chegada em Barreirinhas/MA
DI: 222km
TE: 300km
DF: 10km
Total: 532km