voltar
bannernewsracer
Rally

Trio do Toyota Yaris se prepara para desafio clássico no WRC

A nova formação de pilotos com Sébastien Ogier, Elfyn Evans e Kalle Rovanperä vão estrear na temporada em Monte Carlo


17 Jan 2020 AP-22TWED2U91W11_news (Copy) newsBANNER1

Sébastien Ogier começará sua busca pelo sétimo título mundial de rali (WRC) que se baseia na cidade natal francesa de Gap e que ele venceu nos últimos seis anos. Será também a estréia dele pelo time Toyota, a bordo do novo Yaris WRC. O companheiro de equipe Elfyn Evans também terá como ponto forte um novo capítulo empolgante em sua carreira, enquanto o jovem talento Kalle Rovanperä faz sua estréia esperada no mais alto nível do rally.

O Rallye Monte-Carlo oferece um lugar desafiador para o trio se familiarizar com o novo ambiente no calor da competição do WRC. O rali mais antigo do calendário, realizado pela primeira vez em 1911, é conhecido por suas difíceis condições de clima, que podem variar de asfalto seco a neve e gelo – às vezes em um único estágio. Isso faz com que a escolha dos pneus seja um fator crítico durante todo o evento, com os pilotos confiando em suas tripulações para fornecer as informações mais recentes sobre as condições do palco.

O shakedown (treino) acontece perto do parque de serviços de Gap na tarde de quarta-feira, dia 22, antes do início do rali do famoso porto de Mônaco na quinta-feira, dia 23, seguido por duas etapas a noite no caminho de volta para Gap.

AP-22TWFETKW1W11_news (Copy)

“O Rallye Monte-Carlo é sempre um evento emocionante no início de uma nova temporada, e deve ser especialmente interessante este ano com muitos pilotos em carros diferentes e, no nosso caso, uma formação completamente nova. É um rali que ainda não vencemos como equipe, mas sempre terminamos no pódio e nosso desempenho tem sido forte. O recorde de Sébastien neste evento é brilhante e ele venceu em muitos carros diferentes, por isso estou certo de que ele estará na luta novamente, mesmo que ainda esteja conhecendo nosso carro. Acho que será semelhante para Elfyn, que já mostrou boa velocidade nesta etapa. Para Kalle, por outro lado, não haverá absolutamente nenhuma pressão, porque este é um rali muito difícil de fazer sua estréia e onde você precisa ter experiência. Mas estou confiante de que, como equipe, podemos obter um forte resultado para começar nosso desafio para o campeonato deste ano”, destaca o diretor da equipe, Tommi Mäkinen

AP-22TWERZ4N2111_news (Copy)

Sébastien Ogier (piloto de Yaris 17)

“Estou empolgado por começar meu primeiro rali no Toyota Yaris WRC. Todo carro tem características diferentes e leva alguns quilômetros para aprender sobre eles, mas até agora tem sido bom nos testes. Queremos lutar pelo sétimo título este ano e acredito que podemos ter uma boa chance com este carro. O Rally Monte Carlo é um evento com emoções especiais para mim. Lembro-me de que no final dos anos 90 viemos assistir e Tommi estava ganhando – ele foi o primeiro ídolo que tive no rali. Eu e Julien obviamente também temos um histórico muito forte, e todo ano há mais e mais pressão para tentar continuar. É sempre um grande desafio e um que eu definitivamente gosto. ”

AP-22TWF6DN51W11_news (Copy)

Elfyn Evans (piloto do Yaris 33)

“Estou ansioso pelo Rally Monte-Carlo e meu primeiro evento com a Toyota. Esta é a primeira vez na minha carreira no WRC que troquei de equipe, mas todos tem sido muito acolhedor e tenho um bom pressentimento no carro, por isso estou empolgado com a próxima temporada. Minha primeira vez dirigindo o Yaris WRC foi em nosso teste para Monte Carlos em dezembro, e rapidamente pude ter uma sensação agradável e um pouco de confiança. Nesse caso, o desafio é sempre o leque de condições que você pode enfrentar. Quando você está montando o carro, precisa de algo que lhe dê confiança e acho que temos boas opções com isso em mente. ”

AP-22TWF92H91W11_news (Copy)

Kalle Rovanperä (piloto do Yaris 69)

“O Rally Monte-Carlo será um evento especial para mim. É um grande passo em relação a um carro R5, com muito mais potência e força descendente, mas até agora achei o Yaris WRC bastante fácil de conduzir nos testes. Ainda tenho muito o que aprender e acho que serão necessários alguns ralis para realmente me adaptar ao carro e como tudo funciona. Precisarei pensar de maneira diferente no início da temporada e espero ter paciência para isso. Acho que Monte Carlo não é o lugar mais fácil para começar com um carro novo e uma nova equipe. O tempo está mudando o tempo todo e nem sempre você pode escolher o pneu certo para as condições. Será um grande desafio para nós, mas espero que possamos superar. ”