voltar
bannernewsracer
Off-Road

Rally Cerapió: decisão é neste sábado

Faltam apenas 256 quilômetros para os competidores cruzarem o pórtico de chegada, montado na cidade de Teresina. Após o terceiro dia de rali, a disputa ficou ainda mais acirrada e são grandes as expectativas para a decisão


27 Jan 2018 renato martins newsBANNER1

Mais uma etapa concluída na 31ª edição do Rally Cerapió. De Parnaíba a Piripiri (PI), os participantes cumpriram 226 quilômetros desafiadores, e entraram na reta final deste certame que terminará no sábado, 27, após completar os 1 mil quilômetros entre Trairi (CE) e Teresina (PI). O evento é composto pelas categorias motos, quadriciclos, UTVs, carros e bikes. 

O desejo dos competidores de conquistarem a vitória é o combustível que acirra a rivalidade entre eles. O terceiro dia de rali teve muitos balaios e diversas mudanças de médias de velocidade, que pediram atenção dos navegadores. Sem trégua, os off-roaders trabalharam bastante por todo o trajeto, sobretudo quando vinham os balaios e pegadinhas. Pelo caminho, alternância de areia, terra batida e cascalho, em regiões de montanhas. 

“Mais uma prova gostosa de acelerar, com médias de velocidades boas e justas. E, por incrível que pareça, tivemos muita lama – algo raro nesta região”, contou o piloto Renato Martins, que ao lado do navegador Enedir da Silva Júnior, conquistou o sexto lugar na categoria Máster – Carros. “Ainda sofremos com problemas mecânicos ocasionados na etapa anterior. Largamos sem a tração 4×4. Só na última bateria do dia que conseguimos resolver este inconveniente”. No resultado acumulado, eles ocupam a terceira posição. 

Tudo certo, mas nada resolvido! E com uma classificação bem embolada e sem favoritos, que as duplas seguirão para a etapa final, com destino a Teresina, capital piauiense. Serão 256 quilômetros que começam com vários balaios. O rali passará pela região de Cocal de Telha, com trilhas de areia e carnaúbas. 

“Chegou a hora da verdade. Seguiremos bem focados, pois para termos chances ao título, nada pode dar errado e nenhum problema mecânico pode acontecer. Teremos que fazer uma prova limpa, sem erros. Tudo precisará ser irretocável”, concluiu Martins.

Parceiros

  • prime
  • astrus