voltar
bannernewsracer
Rally

Pelos caminhos de Dom Pedro II, etapa da Graciosa consagra campeões do Brasileiro de Rali

Pilotos enfrentaram desafio de andar em prova no asfalto no fechamento de temporada


18 Nov 2018 IMG_3253 newsBANNER1

Quando Dom Pedro II e sua comitiva cruzaram o traçado da Estrada da Graciosa, no Paraná, em 1880, levaram alguns dias para enfrentar as enlameadas estradas de terra que cortam a Serra da Graciosa entre o litoral e o município de Quatro Barras.

Mais de um século depois, exatos 138 anos, 17 duplas encararam na mesma região, a última etapa do Campeonato Brasileiro de Rali de Velocidade, realizada neste sábado, 17. Claro que hoje, os caminhos são outros, 100% asfalto e cada dupla, levou pouco mais de 1h para contornar os 120 quilômetros de trechos cronometrados, divididos em oito especiais ao longo do sábado.

IMG_4021

E na rota real, teve piloto e navegador que viraram “reis”, pois além de conseguir superar o desafio na Serra da Garciosa, eles também conquistaram o título do Campeonato Brasileiro. Na categoria RC2N (4×4), os paulistas Paulo Nobre e Gabriel Morales (Mitsubishi Lancer), não precisavam completar a prova para ser campeão. E não deu mesmo, porque logo na primeira especial eles acabaram saindo da pista, batendo o carro e não conseguiram mais retornar para a prova.

Os também paulistas, Luiz Facco/Francis Herrero ainda com alguma chance, não conseguiram o melhor dos desempenhos, chegaram em segundo e viram Nobre/Morales saírem campeões do Rally da Graciosa.

IMG_5261

Também nesta etapa, o título da categoria RC4 – a mais forte dos carros de tração 4×2, ficou em casa. Os paranaenses de Cascavel, Sandro Suptitz/Eduardo Ortolan também não precisavam vencer, pela vantagem adquirida nas etapas anteriores. Chegaram em terceiro, conquistaram mais um pódio e desta vez o inédito campeonato.

Na RC5 (categoria de entrada dos carros de tração 4×2), o mineiro Victor Corrêa, que compete com o navegador catarinense Maicol Souza, já era campeão por antecipação. Mesmo assim, somou mais um pódio na temporada chegando na terceira colocação na etapa paranaense.

IMG_6493

Festa caseira

Na prova deste sábado, alheio a disputas por títulos, os paranaenses Maurício Neves e Leandro Ferrarini acabaram sendo os vencedores da 32ª edição do Rally da Graciosa, o mais tradicional do calendário nacional.

Eles cravaram 1h11min45 a bordo de seu Peugeot 207. Foi a quarta vitória seguida do piloto na prova da Graciosa. “Fico muito feliz pelo que conquistamos hoje, mais uma vez”, disse ao final do rali.

Também paranaenses, os irmãos Leonardo e Frederico Zettel, venceram a prova na categoria dos 4×4, a RC2N, a bordo do Peugeot 207 XRC. Na RC5, aquele do campeão Victor, a prova do Paraná teve vitória da dupla Luiz Afonso Poli/Damon Alencar.

IMG_6478

RESULTADO FINAL DO RALLY DA GRACIOSA 2018

1 – Maurício Neves/Leandro Ferrarini – Peugeot 207 – (RC4) – 1h11min45

2 – Leonardo Zettel/Frederico Zettel – Peugeot 207 XRC (RC2N) – 1h12min48

IMG_6529

3 – Junior Siqueira/Kaze Morales – Peugeot 207 (RC4) – 1h13min01

4 – Tino Vianna/André Vianna – Peugeot 207 (RC4) – 1h14min06

5 – Luiz Facco/Francis Herrero – Peugeot 208 MR (RC2N) – 1h14min13

6 – Luiz Afonso Poli/Damon Alencar – Peugeot 206 (RC5) – 1h14min57

7 – Luiz Gustavo Loepper/Bruno Felipe – Peugeot 207 (RC5) – 1h15min04

8 – Sandro Suptitz/Eduardo Ortolan – VW Gol (RC4) – 1h15min32

9 – Victor Corrêa/Maicol Souza – Peugeot 206 (RC5) – 1h17min15

10 – Edu Paula/Bruno Scarpelli – VW Gol (RC5) – 1h17min28

11 – Evandro Carbonera/Juliano Gracioli – Fiat Palio (RC5) – 1h18min10

12 – Fábio Bagio/Eduardo Bagio – Peugeot 206 (RC5) – 1h21min48

13 – Ulysses Bertholdo/Marcelo Dalmut – Mitsubishi Lancer (RC2N) – 1h26min12