voltar
Novidades

No Dia da Mulher, lembramos cinco que fizeram história no automobilismo

08 Mar 2017
546b42327944f_-_mouton1-lg

Neste 8 de março, celebra-se no mundo todo o Dia Internacional da Mulher, uma homenagem que retrata o poder feminino nos mais diversos setores da sociedade.

Como o portal NewsRacer.com.br fala de automobilismo, hoje listamos cinco nomes que fazem ou já fizeram história no automobilismo mundial.

balena1

1 – Lucivane Balena – navegadora de Rali

A jovem Lucivane Balena, ou Lu, como a chamam, surgiu no automobilismo em 2016, para ser navegadora do irmão, Darlan, no Campeonato Gaúcho de Rali de Velocidade. Já em seu primero ano na categoria, foi importante no trabalho que levou a equipe ao título de campeão na categoria RC5 (carros de tração 4×2), a bordo de um GM Celta.

tati

2 – Tatiana Calderón – piloto de desenvolvimento de testes da Sauber

A piloto colombiana Tatiana Calderón assinou contrato com a Sauber, na Fórmula 1. Ela será piloto de desenvolvimento da equipe em 2017. A colombiana vai se concentrar no trabalho do simulador na fábrica em Hinwil junto com Pascal Wehrlein e Marcus Ericsson.É incerto se Calderón terá a chance de estrear no C36 neste ano, embora ela seja elegível para participar de testes obrigatórios a jovens pilotos, de acordo com as regras que exigem que as equipes de F1 reservem dois dias do ano para pilotos inexperientes.

mmouton3

3 – Michèle Mouton – piloto de rali

Michèle Mouton foi a primeira e até hoje única mulher a vencer uma etapa do Campeonato Mundial de Rali (WRC), em Sanremo em 1981. Em 1982 após um disputado campeonato ela terminou o ano na segunda posição do WRC, vencendo as etapas de Portugal, Brasil e Acrópole pilotando um Audi Quattro. Em 1985 ela foi a primeira mulher a vencer a subida de Pike’s Peak, famosa corrida realizada nos EUA. No ano de 1986 com o fim do Grupo B (FIA) ela abandonou a carreira no Rali, entretanto foi figura chave na organização do evento Race of Champions, em homenagem a Henri Toivonen. Em 1975 ela também participou das 24 Horas de Le Mans em uma equipe feminina. Michèle Mouton certamente é a mulher que obteve o maior sucesso no rali e uma das mais famosas e bem sucedidas mulheres no automobilismo mundial.

1392939732000-2-20-14-danica-patrick

4 – Danica Patrick – piloto da Nascar e Fórmula Indy

Danica Sue Patrick é uma piloto de automobilismo norte-americana que compete na Nascar. Em 2005 tornou-se a segunda mulher a conquistar uma pole position na categoria, foi indicada a estreante do ano nas 500 Milhas de Indianápolis e na temporada da IndyCar Series. Em 2008 tornou-se a primeira mulher a vencer uma corrida categoria ao vencer o Indy Japan 300. No ano seguinte tornou-se a primeira mulher a subir ao pódio nas 500 Milhas de Indianápolis ao completar a corrida em terceiro lugar. No ano de 2010 Patrick passou a disputar paralelamente a NASCAR Nationwide Series pela equipe JR Motorsports, e já na temporada seguinte ela obteve o melhor resultado de uma mulher na categoria ao terminar em quarto lugar a corrida disputada em Las Vegas. Em 2012, ela disputou a temporada da NASCAR Nationwide Series pela equipe JR Motorsports. Atualmente, Patrick compete na Sprint Cup pela Stewart-Haas com o carro #10.

arq_154939

5 – Lella Lombardi – piloto de Fórmula 1

Maria Grazia Lombardi, mais conhecida por Lella Lombardi foi uma das raras mulheres da Fórmula 1. Lella começou sua carreira em meados dos anos 1960, no turismo local (Itália), corridas de carros e comícios, dirigindo para a Escuderia Moroni of Lodi. Sua estréia na Fórmula 1 foi no GP da Grã-Bretanha de 1974, pela equipe Brabham. No ano de 1975 Lella disputou 12 das 14 provas da temporada. No GP da Espanha, ela conquistou a melhor colocação de uma mulher na categoria, com a sexta posição que lhe valeu meio-ponto. Até hoje Lella é a única mulher a marcar ponto na categoria.

bannernewsracer

Parceiros

  • prime
  • astrus