voltar
Kart

GPCKA: Alberto Otazú e Zeppe Corsi conquistam bicampeonato

30 Nov 2017
322379_734959_cpk_2674_albertocesarotazu_press

A oitava e última etapa do GP Circuito de Kart Amador (GPCKA) apontou dois bicampeões. Na prova disputada no último domingo (26/11) no Kartódromo Granja Viana, em Cotia (SP), Zeppi Corsi venceu e conquistou o seu segundo título consecutivo, enquanto que Alberto Cesar Otazú (Braspress/Pilotech/Alpie Escola de Pilotagem/HTPro Nutrition), ao receber a bandeirada em segundo, foi campeão pelo segundo ano seguido por equipes, nesta temporada ao lado de Luiz Cazarré, além de ser vice-campeão na classificação individual.

“Estou muito feliz por mais esse título. Foi um campeonato totalmente disputado até a última etapa, com várias equipes disputando o título, sempre com muito respeito, mas eu acho que o que contou foi a consistência que o meu parceiro (Luiz) Cazarré teve de sobra. Estou muito contente e só tenho a agradecer a ele”, apontou Alberto Cesar Otazú, que em 2016 foi campeão ao lado de Luciano Montanhez, pela equipe Bozzo The Flash.

“Conseguimos, o Alberto César Otazú e eu, um feito incrível num ano duro para nós, com dois abandonos meus e um dele, que comprometeram profundamente nossas pontuações. Mesmo assim nos sagramos campeões por equipes, e Alberto César foi vice-campeão individual. 2017 é um ano que carregarei na memória comigo, pelo prazer de dividir equipe com um piloto jovem, arrojado e extremamente rápido e técnico como o Alberto César, que ainda nos trará muitas outras alegrias!”, comemorou Luiz Cazarre, com somou ao lado de seu parceiro na Cazarré Mktcom 400,5 pontos, contra 391,5 da Alliance Racing (Felipe Huertas e Neldir Amaral), os vice-campeões.

A última etapa foi decisiva para a definição do título do curto certame do GPCKA. A pole position ficou com Rodrigo ‘James Hunt’, seguido de Zeppe Corsi e Alberto Otazú, separados por 0s241 e que acabariam por polarizar a disputa pela vitória. Na largada os pilotos mantiveram esta ordem, mas ainda na primeira volta Zeppe passou para a ponta. Na passagem seguinte foi a vez de Alberto fazer a ultrapassagem e assumir a liderança, mas levou o troco logo na curva seguinte e caiu novamente para terceiro.

Os três pilotos mantiveram um ritmo frenético, com Corsi estabelecendo a volta mais rápida no terceiro giro, e com o trio separado por apenas um segundo. Na 15ª volta Otazú aproveitou o vácuo de ‘James Hunt’, fez a segunda volta mais rápida, e começou a tentar a ultrapassagem, conseguindo assumir a vice-liderança na 20ª passagem. A partir daí foi diminuindo a diferença para o líder, mas recebeu a bandeirada a 0s772 do bicampeão Zeppe Corsi.

“O Zeppe mereceu vencer este campeonato, pois é um grande piloto, muito técnico. Acredito que esta tenha sido a melhor corrida da minha vida, pois mesmo levando desvantagem em relação ao motor dos principais concorrentes, consegui me manter na briga pela vitória até o final. Saio como vice-campeão, mas com a convicção de que tive um excelente desempenho”, acredita Otazú, o mais jovem (16 anos) do campeonato que somou 195,5 pontos, enquanto Zeppe Corsi atingiu 201 pontos, após o descarte dos dois piores resultados.

Alberto Otazú foi o piloto que acumulou o maior número de pontos na temporada (237), depois de subir seis vezes no pódio, com duas vitórias, três segundos, e um quinto lugar, além de uma décima e uma 18ª posições. Demonstrou muita velocidade com três pole positions e três voltas mais rápidas. Já o campeão Zeppe Corsi somou 233 pontos, subindo no pódio nas sete vezes em que correu, com quatro vitórias e três segundos lugares. Ainda teve duas pole positions e duas voltas mais rápidas.

Os dez primeiros na oitava e última etapa do GPCKA foram: 1) Zeppe Corsi, 24 voltas em 18min23s087; 2) Alberto Cesar Otazú, a 0s772; 3) Rodrigo ‘James Hunt’, a 2s031; 4) Luciano Montanhez, a 10s419; 5) Hilheus Vagner, a 10s563; 6) Neldir Amaral, a 17s196; 7) Luiz Cazarré, a 17s576; 8) Felipe Huertas, a 21s336; 9) Wellington Silva, a 21s918; 10) Henrique Sigoli, a 22s184.

Veja a classificação dos dez primeiros no GPCKA após as oito etapas: 1) Giuseppe Corsi, 201; 2) Alberto Cesar Otazú, 195,5; 3) Henrique Sigoli, 177; 4) Luciano Montanhez, 174; 5) Felipe Huertas, 164,5; 6) Augusto Coutinho, 164; 7) Luiz Cazarré, 160; 8) Alexandre Gregoski, 149; 9) Neldir Amaral, 148; 9) Rodrigo James Hunt, 142,5 pontos.

Veja a classificação final por equipes: 1) Cazarré Mkt, 400,5 pontos; 2) Alliance Racing, 391,5; 3) DCKS, 361; 4) Equipe II, 292,5; 5) Bozo The Flash, 284,5; 6) Team Faster, 281,5, 7) Neto & Nilton Racing Team, 280; 8) HRT Kart Team, 276; 9) Os Infiltrados, 271; 10) Copersucar, 178,5.  

Alberto Cesar Otazú tem o patrocínio de Braspress, Alpie Escola de Pilotagem e Mega Kart, com apoio de HTPro Nutrition, Instituto Desenvolve, Pilotech, BraClean, Carnes del Sur, No Fire Services, Click Pix Kart, Cazarré Mktcom, LEAG e Studio 67 Design. O jovem apoia as ações da Associação Cruz Verde e Direção para a Vida.

bannernewsracer

Parceiros

  • prime
  • astrus