voltar
bannernewsracer
Rally

Corrida em Estação abrirá temporada dos campeonatos Brasileiro e Gaúcho de Rali

Prova acontece neste final de semana. Equipes começaram a chegar ainda nesta quinta


05 Abr 2018 rali_quinta newsBANNER1

Começou nesta quinta-feira (5), a movimentação no Parque de Apoio do Rally de Estação, prova que vai abrir a temporada 2018 dos campeonatos Brasileiro e Gaúcho de rali de velocidade.

As primeiras equipes já chegaram na cidade e começaram a montagem dos boxes junto à Estação Ferroviária, um ponto histórico da cidade. Paulo Nobre e Gabriel Morales vem de São Paulo e por enquanto percorreram a maior distância até chegar à cidade, no norte gaúcho.

De Cascavel, no Paraná, vieram Sandro Suptitz/Eduardo Ortolan e Marcos Valandro/Dario Driessen. “Faz algum tempo que não tínhamos mais competidores de Cascavel competindo a temporada toda do Brasileiro e este ano estamos regressando, com o objetivo de fazer o melhor campeonato possível”, destaca o estreante na prova gaúcha, Ortolan.

Tem gente da casa que também já fixou ponto no Parque de Apoio.  Evandro Carbonera/Juliano Gracioli da

equipe Nova Itália RS Rally Team, do Automóvel Clube de Severiano de Almeida – Acsa –  (Cavaletti Cadeiras Profissionais/Cassul Distribuidora com financiamento da Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, por meio do Pró-esporte RS – Lei de Incentivo ao Esporte/Lussani Terraplanagen/Loreni), está regressando às competições.

“Ficamos três anos afastados de todas as competições e neste período sempre trabalhamos para retornar. Foram muitas ações para poder tornar realidade este desejo. Nossa intenção agora é fazer um trabalho o mais profissional possível, fazendo com que as empresas que estarão conosco, entendam e consigam mensurar o retorno que a equipe dará a eles”, acrescenta Evandro.

Também de Erechim, a dupla Cristiano Beus e Francli Fusinato, do time Beus Rally Team (Climasul Ar Condicionados, Clenir Maria Ateliê, Akmos, Visual Modas, Gisele Herek Consultoria, Exclusivitá Móveis, Expressão Comunicação Visual), deixa a RCR para migrar à RC3, uma categoria, que embora siga sendo para carros de tração 4×2, é mais forte e tem mais competidores.

“Nossa intenção em fazer esta mudança foi por questão de competitividade, maior na RC3, e segurança, podendo seguir usando pneus específicos de rali”, frisa Cristiano Beus.

Tem gente que fará sua primeira prova na vida. Caso de Rafael Karpinski/Diego Esmelindro, da da equipe RD Motorsport (O Planeta das Capas/Legion Custon Tattoo/LM Fit/Fitness Coach José Fome/Biológica Paisagismo. “Estamos realizando um sonho. Acredito que muitas crianças em Erechim sonham em um dia serem piloto e navegador de rali, e isso é o que está acontecendo conosco”, enfatiza o piloto Rafael.

E tem quem vai estrear em nova categoria, deixando os 4×2 e entrando nos 4×4. A equipe erechinense Mundo Animal Lanches Rally Team, da dupla Mauricio Jarozeski e João Remor espera uma boa estréia na nova categoria.

“Esperamos encontrar neste ano, principalmente no início, uma dificuldade grande em entender como funciona o carro e o entrosamento entre piloto, navegador e equipamento, além de saber tirar proveito de tudo que o carro pode nos dar”, amplia João.

Milton e André Pagliosa também estão entre os 4×4, eles que representam o time erechinense EMA Racing (EMA Maxibus). Já a equipe Astrus In Heaven (Erva-mate Cristalina/Copare/Trentin Automóveis/Coulbeck/InjePro), da dupla Carminatti/Marco Marini começa o ano de olho em bons resultados. “Vamos em busca de conquistar bons resultados, pontuar, para que ao final do ano possamos novamente brigar por alguma coisa em termos de campeonato. Nosso foco principal está definido e será o Campeonato Gaúcho”, explica Carminatti.

Nesta sexta-feira, todas as equipes já terão chegado na cidade. Os competidores fazem o reconhecimento das especiais durante o dia, e a à noite, a partir das 20h, tem a largada promocional, no centro da cidade.

O rali

Estação é uma prova tradicional do calendário brasileiro e estadual. Realizada a 18 anos, a prova vai abrir novamente em 2018, os dois campeonatos. A programação começa na sexta-feira, dia 6, com a realização dos reconhecimentos das especiais, pelos competidores.

Neste mesmo dia, acontece, a partir das 20h, a largada promocional, no centro da cidade. Depois, no sábado e domingo, dias 7 e 8, acontecem a disputa das especiais, seis delas no primeiro dia e outras cinco no segundo. A corrida passará por estradas de terra dos municípios de Estação, Erebango e Ipiranga do Sul.

Serão 140 quilômetros de trechos cronometrados. Cada dia vale uma etapa, tanto do Brasileiro quanto do Gaúcho de rali, perfazendo a rodada dupla no final de semana. A premiação será às 15h de domingo, junto ao Parque de Apoio, na Estação Ferroviária de Estação, ponto histórico do município.

O acesso ao Parque de Apoio, onde ficam os boxes das equipes e às especiais, será gratuito.

Serviço

O que: Rally de Estação

Onde: Estação – RS

Quando: dias 6 a 8 de abril

Programação

Sexta-feira, dia 6 de abril

– Reconhecimento das especiais

– Largada promocional – 20h

Sábado, dia 7

8h53 – Largada da Especial Erebango 1 – 11km33

9h21 – Largada da Especial Banrisul/Estação 1 – 13km69

11h09 – Largada da Especial Erebango 2 – 11km33

11h37 – Largada da Especial Banrisul/Estação 2 – 13km69

13h25 – Largada da Especial Erebango 3 – 11km33

13h53 – Largada da Especial Banrisul/Estação 3 – 13km69

Domingo, dia 8

8h23 – Largada da Especial Ipiranga do Sul 1 – 14km06

9h13 – Largada da Especial Ipiranga do Sul 2  – 14km06

10h01 – Largada da Especial Estação 1 – 11km76

11h44 – Largada Especial Ipiranga do Sul 3  – 14km06

12h27 – Largada da Especial Estação 2 – 11km76